terça-feira, 17 de novembro de 2015

Convido vocês a conhecer meu novo blog: Vaidades de mãe, http://vaidadesdemae.blogspot.com.br/
Vou compartilhar muito conteúdo interessante, sobre vários assuntos! Aguardo sua Visita!

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Dois meses...

Saudade... essa é a palavra mais dolorosa de todas com certeza.
Tem tantas coisas que eu queria te dizer...
que você foi a pessoa mais bonita que conheci;
que foi o amigo mais verdadeiro mais sincero;
que cada dia minha saudade dói muito além do que posso explicar!
Eu fico imaginando como seria se eu nao tivesse escolhido errado antes,
se eu tivesse com você hoje... imagino os dias de sol que passaríamos juntos,
os almoços de domingo, os beijos, os carinhos...
Mas a vida nos levou por caminhos tão distintos, e so depois que você se foi pude perceber...
que dos amores que já tive você foi o mais bonito... o mais puro!
Eu me lembro que ia pra aula de crisma só pra ver você corar quando eu chegava...
E agora me torturo com as lembranças por que tudo isso passou tão rápido, e você se foi tão cedo...
que nem deu tempo de dizer o qual importante era pra mim... e ainda por toda minha vida será!
eu daria tudo pra ver você de novo... e perguntar do seu jeito como é que você taa?

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Não sei...

Se o que sinto e bom ou ruim para mim,mas sei que é o que move minha vida.
é o que me faz perder e encontrar meu caminho, e esquecer de ver o tempo passar,mas ele passa, passa sem parar, continuo e intenso em cada lua que muda de fase, em cada hora de um dia de sol, em cada gota de chuva que cai... A cada momento ficam mais distantes de mim os momentos que passamos.
Já não sei viver sem sentir tristeza, embora eu saiba que é melhor sorrir, um sorriso vazio de nada adianta.
quero sorrir com os olhos, com a alma lavada com a alegria de uma criança...

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Meu coração nao se resume em bater e pulsar sangue, ele tem uma função muito mais do que vital,
é algo simples como respirar a minha vontade de mostrar tudo o que sinto, e inconstante e infinito e em cada virgula um turbilhao de sentimentos se funde....
Das tantas voltas que a vida ja deu, de tudo o que ja passou
nao imagino mais o que nunca aconteceu, nao sao memorias nem devaneios, sao apenas desejos
Já no há ambição de encontrar o que nao porcuro, e nem o desespero de perder o que jamais possuí...
a apenas um brilho ao longe mostrando o caminho,
um caminho que simplismente perdi..
nao há trilha nem estrada, nem alguem a me guiar
ha silencio e mais nada...

sábado, 18 de setembro de 2010

Nao me olhe pela metade e tente decifrar quem sou...
sou muito mais do que seus olhos podem ver,
nao sei amar pela metade,
e muito menos esquecer um pouco.
Amo infinitamente e incondicionalmente quando amo...
E nao aceito odio como contrario de amor...
Contrario a amar ou o diar é sim IGNORAR.
Sou mulher que sabe o que quer... mas nao sabe o que fazer muitas vezes!
Sou feliz sendo exatamente como sou... a menina que sonha com a vidinha perfeita...
e que independente de tudo Luta para se REALIZAR!

terça-feira, 13 de julho de 2010

Eu nao sei explicar o que voce é para mim,
mas sei que cada dia que passa se torna mais dificil ficar assim,
Nao sei por que ainda penso tanto em você,
mesmo que lute a cada dia pra nao lembrar...
mais foram tantos momentos, tantos sorrisos. e tantas lagrimas...
E assim nao sei o quanto gosto eu so sei que gosto,  e gosto da maneira mais simples...
Oque eu sei e que nao dá pra esquecer... eu nao consigo esquecer!
Afinal um amor nunca deixa de ser amor!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Quero num dia sem sol poder sentar a beira dos meus sonhos, que brilham mesmo na escuridao sem fim...
Quero num sonho brincar na noite encontrar a lua cheia de mim...
Num momento entrar em conflito comigo mesma, sem querer fugir do que teimo em ser.
Aceitar minha intensa imperfeiçao sem mudar meu contexto inexplicavel.
quero continuar assim, transparente em luz incandescente, inconsequente sem fim de mim.
Quero numa profunda expressao de sentimentos confusos, mostrar o que ha em mim.
Quero deixar subentendido o que sinto sem querer, e ofuscar meu querer sem enlouquecer.
Quero o mundo amar, sem escolher quem ganhar esperar um só enfim... e fim!

Autoria: Oslana Sousa
Direitos Autorais protegidos Pela Lei n° 9610/98 de 19/02/98

sábado, 30 de janeiro de 2010

não pense que sou aquilo que voce vê de longe,
não tire conclusões nem agora nem nunca,
sou inconstante sou imperfeita sou metamorfose,
o que penso hoje pode mudar amanha,
sou um rascunho de mim mesma, sou verdade em construçao...
meus principios mudam de acordo com minhas concepçoes de certo e errado...
meu pensar e indeciso e meu agir e decisao,
sou dois eixos as vezes incompletos,
sou coração sem razao... sou sentimento indefinido...
sou indescritivel e sou sem limites,
sou o que nao se pode descrever em palavras,
sou o que nao se pode ver em fotos,
sou um corpo visivel a distancia,
sou uma alma visivel apenas à percepçao...
meus desejos so entende quem conhece minha inocencia,
minha malicia e subentendida em olhares incertos
Meu coraçao tem sicatrizes que meus olhos transparecem.
minha humildade tem limites chamados de amor proprio
meus sonhos nao... pra esses nao existem nem limites nem mascaras!
Eu sou a ingenuidade que disfarça minha malícia,
Sou o desejo escondido na inocência,
Sou a decisao que esconde a incostante duvida,
Sou imperfeiçao,
Sou saudade,
Sou a modestia que esconde meu orgulho,
Sou como flor cultivada a cada dia,
Sou alegria, tristeza, raiva...
e sou calmaria.
Sou um turbilhao de sentimentos resumidos em amor.
Sou a prudencia que esconde minha franquesa,
Sou o que vc pode descobrir quando me olha nos olhos!